Memória, como melhorá-la?

Primeiro vamos entender como a memória funciona. Ela utiliza diferentes habilidades e estágios. Falhas em qualquer uma das etapas pode resultar na perda da informação. Os estágios são:

 

  • 1) Atenção: habilidade de estar atento para absorver as informações.
  • 2) Registro: registro inicial da informação. Nesse momento o cérebro seleciona se a informação é importante e precisa ser armazenada.
  • 3) Armazenamento: se a informação foi registrada, ficará armazenada na memória de longo prazo.
  • 4) Consolidação: se a informação for utilizada com frequência será consolidada, caso não, será descartada.
  • 5) Evocação / Lembrança: resgate da informação, seja voluntariamente ou porque se fez necessária em algum momento.

 

Classificamos a memória de duas formas, duração e conteúdo, a saber:

 

            1) Duração da informação:

  1. A) Memória de trabalho: dura pouco tempo. É utilizada para guardar um número de telefone enquanto está sendo discado. Logo depois, o número é descartado pelo cérebro.
  2. B) Memória de curta duração: armazena a informação tempo suficiente para que ela seja utilizada – minutos, horas e até dias. A informação guardada pode ser algo lido no jornal, por exemplo.
  3. C) Memória de longa duração: lembrança de fatos passados, também é chamada de memória autobiográfica.

            2) Conteúdo da informação ou a função:

  1. A) Memória prospectiva: capacidade de lembrar o que deve ser feito no futuro. Com essa memória é possível saber que há uma reunião marcada para às sete horas.
  2. B) Memória verbal: lembrança de eventos que envolvem palavras como, por exemplo, uma história contada por alguém ou a letra de uma música.
  3. C) Memória Visual: utilizada para lembrar de figuras ou imagens.

D) Memória de procedimento: lembrança de um procedimento associado a uma habilidade motora ou hábito, como andar de bicicleta, nadar ou dirigir.

 

Dicas para melhorar a memória:

  • Organização de compromissos e tarefas: agendas, lembretes e anotações podem ser de grande utilidade;
  • Boa qualidade de sono, este é fundamental, sem este o funcionamento da memória ficará afetado;
  • Alimentação saudável, com baixo teor de gordura para prevenir doenças vasculares
  • Prática de atividades físicas
  • Estilo de vida menos estressante
  • Intervalos frequentes entre as atividades para garantir melhor nível de concentração.
  • É possível treinar a memória de curto prazo com atividades padronizadas, que têm como objetivo estimular a atenção, atividades como:
    • jogar videogame
    • ler
    • tocar instrumentos musicais
    • meditar
    • manter um estilo de vida ativo e ocupado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *