Relacionamentos Submissos e Transtorno de Personalidade Dependente

FullSizeRender

           Quem não conhece alguém que teve um relacionamento intenso e mesmo após viver diversas frustrações e humilhações a pessoa não consegue se desvencilhar daquilo? Pode ser que este indivíduo tenha traços ou mesmo Transtorno de Personalidade Dependente.

            Este é um tipo de doença de início precoce e curso crônico marcada pela necessidade excessiva de estar ligado a alguém, desencadeando um comportamento de submissão e medo de separação.

            São pessoas com uma percepção de si como incapaz de funcionar adequadamente sem o auxílio de outras pessoas. Chama a atenção a dificuldade em tomar decisões e fazer escolhas, mesmo para coisas simples.

            Tendem a passividade, não tomam iniciativa de forma independente. Geralmente, esperam que os outros iniciem suas tarefas, por acreditarem que estes sempre farão melhor. Entretanto, tendem a funcionar adequadamente quando recebem a garantia de que terão supervisão e aprovação de alguém.

            Buscam agradar demais ao outro, mesmo que isso lhe custe e contrarie, pelo medo excessivo de perdê-lo. Algumas vezes se submetem a atos extremos com o objetivo de obter carinho.

            A crença na incapacidade de funcionar na ausência de um relacionamento íntimo motiva-os a se envolverem rápida e indiscriminadamente com outra pessoa após um rompimento.

            Este conjunto de comportamentos geram relacionamentos conflituosos e muitas vezes desencadeiam sintomas depressivos e ansiosos. O principal tratamento é psicoterapia e em alguns casos pode ser necessário o uso de antidepressivos.

 

 

 

 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *